Futurismo: O Mindset e os Desafios da Era Pós-Digital com Santiago Andreuzza | Aerolito (E044)

Vinicius Fachinetto entrevista Santiago Andreuzza: sócio-fundador da Aerolito, palestrante da TEDx, e professor nas áreas de computação cognitiva, inteligência artificial e blockchain.


Ouça Este Episódio

Caso o episódio não esteja tocando, utilize uma das plataformas abaixo para escutá-lo.


Assine Grátis: Octanage no Spotify Octanage no Deezer Octanage no Apple Podcasts  Octanage Live: Octanage Live no YouTube Encaminhe: 

Trajetória de Futurista focado no Mundo Pós-Digital

Santi, O que lhe inspirou a empreender?
Naquela época não sabia exatamente o que era, vejo como uma mistura de fatores – que de forma irracional – me despertava uma vontade de realizar coisas relacionadas a tecnologia e prototipação rápida, ajudando pessoas que não eram técnicas a tirarem suas ideias do papel.

Depois me envolvi com a área de educação, e isso é o que me inspira até hoje: utilizar a tecnologia como ferramenta de suporte a aprendizagem.

Qual é a sua maior competência / expertise?
A adaptabilidade. Tenho uma capacidade muito grande de me adaptar as situações, sempre com objetivo de extrair o máximo de aprendizado daquilo. Isso me faz desenvolver múltiplos olhares e habilidades.

Baseado na sua competência / expertise: o que o público empreendedor não sabe, mas deveria saber?

  • Foco no aprendizado: O Tiago Mattos, meu grande amigo e sócio sempre diz que existem 3 tipos de pessoas: As com focos no resultado, com foco no desempenho e com foco no aprendizado. A definição é óbvia.
  1. A primeira é pragmática e está preocupada com a parte direita do Excel;
  2. A segunda, acredita na dedicação, no suor, no esforço;
  3. E a terceira sempre tenta tirar algo bom das experiências que viveu.

Sempre que eu enfrentro um desafio novo ou exploro uma oportunidade nova, vou muito focado no aprendizado. É claro que meço resultado, desempenho (energia investida vs. retorno), porém, acho que essas métricas se incrementam mais rápido naturalmente, se você olhar para o aprendizado primeiro.

  • Ache sua voz: Há alguns anos assisti um talk do Dave Grohl (ex-baterista do Nirvana, criador e atual vocalista do Foo Fighters) que lá pelas tantas ele disse que quem músico deve “achar a sua voz” não importando o que é “certo” ou “errado”. Isso me marcou muito, já que aprendemos que na geração do empreendedorismo é importante que a gente monte modelos a/b/c, use ferramentas x/y/z e que se a gente não fizer isso parece que fracassamos.
    Não acho que precisamos ignorar tudo que existe, mas acredito muito no processo de descoberta que acontece com vontade, intuição, foco no aprendizado e clareza do objetivo de quem empreende, do que em formulas um pouco mais prontas ou opiniões “de prateleira”.

Qual o seu momento mais difícil como empreendedor?
Foi separar uma empresa que era de amigos em duas empresas distintas.

Como você superou essa dificuldade?
Compreender de fato que as pessoas buscam coisas diferentes e tá tudo bem.
Entender muito mais o que eu quero, do que somente fazer o que o sistema exige de mim.

Como você transformou a idéia em um empreendimento real?
A melhor acho que nunca transformei (risos). Mas algumas foi basicamente me unindo com pessoas que tem objetivos alinhados com os meus. Por exemplo: se uma pessoa quer implementar uma ideia por uma causa e outra dinheiro, na minha visão existe uma chance grande de errado em algum momento. Ninguém está certo ou errado, a grande questão é que não existe alinhamento ideológico, e isso faz toda a diferença.

'Adaptabilidade: a capacidade de se adaptar às situações, sempre com objetivo de extrair o máximo de aprendizado, me faz desenvolver múltiplos olhares e habilidades.' - dica do @santiagofsba do @AAerolito falando sobre #EdTech #Futurismo… Twittar

Jogo Rápido com um Apaixonado por EdTech

  • Qual a dica mais valiosa que você já recebeu? Estratégia não é o que você faz, é o que você não faz.
  • Qual hábito pessoal e diário que mais contribuiu para o seu sucesso? Ter poucos hábitos.
  • O que você como empreendedor(a) não pode viver sem? Minha galera.
  • Quem é a pessoa que você utilizou como modelo ou inspiração ao longo da sua trajetória? Conte mais sobre essa pessoa. Tiago Mattos. Para mim um dos grandes pensadores da era digital do no Brasil. Fundou algumas iniciativas, talvez a mais famosa seja Perestroika. Tem uma visão interessante sobre o mundo sobre negócios.
  • Dica de app, ferramenta ou recurso online para empreendedores e por quê. Qualquer recurso de comunicação por voz.
  • Dica de Livro para nosso público empreendedor e por quê. Livro Vai Lá e Faz – Tiago Mattos
  • Hoje, pelo que você é mais entusiasmado? Qual a sua grande motivação para seguir empreendendo? Gerar impacto positivo da educação.
'Estratégia não é o que você faz, é o que você não faz.' - Dica mais valiosa recebida pelo @santiagofsba do @AAerolito falando sobre falando sobre #EdTech #Futurismo #Pos-Digital #Empreendedorismo Twittar

Recursos Mencionados na Entrevista

      • Livros

Acesse a lista completa de livros mencionados nos episódios na Biblioteca Octanage
Arriscando a própria pele: Assimetrias ocultas no cotidiano” por Nassim Nicholas Taleb
Vai lá e faz: Como empreender na era digital e tirar ideias do papel” por Tiago Mattos

♥ feedback. Escreva seu comentário abaixo!