Inovação & Código Aberto: Um novo capítulo da internet com Gabriel Engel | Rocket.Chat

Neste episódio, Vinicius Fachinetto entrevista Gabriel Engel: leitor assíduo, fundador serial de startups, inovador e evangelista do código aberto. Ainda na faculdade fundou a sua primeira startup (a Intelimen); a segunda, ao retornar de experiência na Inglaterra (a Konecty) e finalmente a Rocket.Chat, uma plataforma de comunicação com mais de 10 milhões de usuários e 5 milhões de dólares em investimento, da qual é também CEO. Gabriel é graduado em Administração pela UFRGS.

 

Ouça esse episódio ⇲

 

Momentos marcantes da entrevista

    • “Minha maior competência é simplificar problemas: olhar coisas complexas e aparentemente confusas e conseguir destilar regras e transformar em um problema simples.”
    • “No momento que as pessoas entendem que o código é aberto e a funcionalidade pode ser expandida, as pessoas vão muito além do que elas conseguem fazer como um produto-proprietário.”
    • Sobre o sucesso imediato do Rocket.Chat: “Quando vimos tínhamos 30.000 pessoas visitando o website nas primeiras 24 horas de lançamento.”
    • “Meu modelo de adulto fazendo as coisas que gosta era empreender.”
    • Sobre empreender: “Não te preocupa. Não é um sprint; é uma maratona.”
    • Sobre o lançamento do Rocket.Chat: “Era tarde do ponto de vista de executar a ideia que já tinha ocorrido meses antes, mas cedo demais por não ser um produto final.”
    • “Quando desenvolvi o Rocket.Chat, encontrei o meu ikigai: algo que faço bem, o mundo precisa, estão disposta a pagar, e pelo qual sou apaixonado.”
    • “A leitura me faz refletir, entender o que está acontecendo e a contribuiu muito para ter novas ideias.”
    • “O que me motiva a empreender: a curiosidade de continuar aprendendo.”
    • “Uma das lições que aprendi com minha família: o quanto é importante ser justo nas negociações, fazer negócios que sejam bons para os dois lados. As relações são muito mais promissoras, de longo-prazo e onde se cria confiança: acaba recebendo mais frutos por ter aberto mão de benefícios imediatos.”
    • “A cultura da empresa é um dos maiores fatores de sucesso.”
    • “Pessoas que não estão encantadas não encantam.”
    • “O impacto daquilo que eu faço no dia-a-dia, na vida das pessoas e das organizações mundo afora é o que mais me entusiasma a continuar empreendendo.”
    • “A sensação de escrever mais um pedaço da história do mundo de uma forma positiva é muito empolgante!”
    • “Não subestime o valor do código aberto. Algumas coisas ganham mais valor e potência quando são compartilhadas.As pessoas não tem ideia de como ao criar uma ferramenta de código aberto quantas portas e oportunidades se abrem.”

 

Dicas e Aprendizados

    • Qual a sua maior competência? Simplificar problemas: olhar coisas complexas e aparentemente confusas e conseguir destilar regras e transformar em um problema simples. Minha realidade de administrador: traduzir esse mundo de oportunidades, desafios, pessoas e extrair algo palpável e ações reais e concretas.
    • O que os nossos ouvintes não sabem mas deveriam saber sobre essa competência? Utilizar Objects and Key Results (OKR): definir 3 objetivos para a empresa em um trimestre, levando as pessoas a refletir sobre as prioridades e alinhar o que todo mundo está fazendo, em três níveis: empresa, cada departamento e depois pessoas.
    • Qual o problema que o Rocket.Chat resolve? Comunicação em tempo real. Não inventamos o chat, nem a interface. Fomos pioneiros em montá-lo como uma plataforma e não simplesmente como um app. Pensamos que no momento que as pessoas entendem que o código é aberto e a funcionalidade pode ser expandida, as pessoas vão muito além do que elas conseguem fazer como um produto-proprietário, limitado por aquilo que ele faz. Tentamos trazer as funcionalidades de um produto aberto como o email para o mundo dos chats e de comunicações rápidas e em tempo real com o Rocket.Chat.
    • Qual o seu pior momento como empreendedor? Alguns momentos complicados:
      • Quando tinha a ideia mas não tinha recurso ou capital para desenvolvê-las. O problema é o custo de oportunidade: outro pode desenvolver no seu lugar. Atrasamos salários para manter o desenvolvimento ágil sem a entrada de receita naquele momento.
      • Entrar em uma sociedade sem regras claras sobre quais situações levam ao fim dessa sociedade, como proceder nesse fim, e como medir a contribuição de cada sócio.
      • O registro da marca Rocket.Chat ao redor do mundo. A legislação muda em cada país. Na Europa, ao contrário dos EUA, a marca é de quem registrar primeiro. Foi bem estressante negociar a compra dos direitos da marca que eu mesmo criei.
    • Como você manteve a equipe motivada quando não havia recurso? Perguntamos à equipe: “quem realmente precisa do salário?” Com as respostas da equipe conseguimos priorizar quem realmente precisava do salário. Outra: estava definido que no momento em que entrassem investidores no negócio cada funcionário iria receber stock options. Os funcionários entenderam que estavam investindo na empresa, e no momento em que se confirmasse o investimento, iriam ser recompensados por terem apostados na empresa.
    • Como transformou uma de suas idéia em algo real, de sucesso? Virou algo real em etapas. Teve até o momento em que o projeto não saiu do papel: criamos o produto para resolver a necessidade de um cliente. Percebemos que era possível criar esse produto como open source, código aberto. Não víamos isso como produto principal da empresa e deixamos o projeto parado pegando “pó digital”. Isso mudou no dia em que vimos um projeto semelhante desenvolvido por uma pessoa em um final de semana. Quando li o email tive a sensação de que “não acredito – vão comer o meu bolo” (risos). “É agora ou nunca”, disse para a equipe – trouxe pizza e Red Bull e viramos a noite trabalhando. Escolhemos tudo naquela noite: nome, logotipo, criamos website e publicamos no GitHub. Quando vimos tínhamos 30.000 pessoas visitando o website nas primeiras 24 horas de lançamento. Percebemos que havia um mercado para esse produto. Isso mudou o foco da equipe que passou a trabalhar nele como produto principal.
    • Sobre essa grande virada: o que é importante para os nosso ouvintes saberem para aplicar de forma simples? Coragem! Sem preciosismo, não tenha medo de se expor.

 

  • Jogo Rápido

    • O que lhe inspirou a empreender? Meu pai e meu avô me inspiraram a empreender. Meu modelo de adulto de fazer as coisas que gosta era empreender.
    • Qual a dica mais valiosa que você já recebeu? Veio do nosso investidor, Harry Weller, quando um contrato que estávamos esperando não fechou: “não te preocupa. Não é um sprint; é uma maratona.” Sempre lembro disso quando algo dá errado: é apenas um tropeço no caminho longo. Também lembro disso no contexto do ikigai, uma expressão japonesa que significa a junção entre quatro coisas: algo que você faz bem, algo que o mundo precisa, algo que as pessoas estão dispostas a pagar, e algo que te faz bem. Isso é o seu motivo de ser, a razão da sua existência. Quando desenvolvi o Rocket.Chat, encontrei o meu ikigai: algo que faço bem, o mundo precisa, estão disposta a pagar, e pelo qual sou apaixonado.

 

Ikigai
Diagrama do Ikigai. Fonte: Instituto Próspera

 

    • Qual hábito pessoal e diário que mais contribui para o seu sucesso? A leitura. Ler livros me dá um sono. A solução é escutar os livros através de audiobooks: tenho uma biblioteca gigante. Estou sempre escutando: no carro é a primeira coisa que ligo, na academia. Me faz refletir, entender o que está acontecendo e a contribuiu muito para ter novas ideias. Utilizo o Audible para adquirir esses audiobooks.
    • O que você como empreendedor não pode viver sem? A curiosidade de continuar aprendendo.
    • Quem é a pessoa que você utilizou como modelo ou inspiração ao longo da sua trajetória? Meu pai e meu avô. Venho de uma família de empreendedores. Uma das lições que aprendi: o quanto é importante ser justo nas negociações, sem tentar extrair o máximo de cada fornecedor ou cliente. Os negócios sempre tem que ser bom para os dois lados. As relações são muito mais promissoras, de longo-prazo e onde se cria confiança: acaba recebendo mais frutos por ter aberto mão de benefícios imediatos. Se pensarmos no longo-prazo, nossas decisões vão ser diferentes. Algo bem concreto que aconteceu comigo foi a ocasião do aporte de capital de 5 milhões de dólares da NEA na Rocket.Chat. Na primeira reunião, o investidor Harry Weller me disse: “já fiz meu tema de casa. Liguei para pessoas que fizeram negócios contigo no passado e todos me falaram muito bem de ti e disseram que eu tinha que fazer negócio contigo”. O que vai um dia volta. Eu não sabia que ele faria isso. Imagina se eu tivesse sacaneado alguém meu passado? Esse negócio não teria acontecido.
    • Dica de uma ferramenta ou recurso online para empreendedores: Officevibe, uma ferramenta que manda pesquisas de opinião para toda a equipe, e promove o fluxo desse feedback no dia-a-dia. São uma ou duas perguntas feitas numa base diária para o usuário, dessa forma o feedback coletado é corrente e também anônimo. A cultura da empresa é um dos maiores fatores de sucesso. Depois de usar essa ferramenta passei a usar passei a dar um grande valor para ela. De acordo com o Galló, CEO da Renner, “pessoas que não estão encantadas não encantam” – por isso a importância dessa abordagem para trabalhar a cultura da empresa.
    • Dica de um livro, filme, site ou curso para nosso público empreendedor e por quê. Lean Startup: conceito de MVP (produto viável mínimo), testar ideias de custo baixo, o mais rápido possível. Purple Cow: a internet é uma vitrine tão grande que se você não criar algo diferente e único as pessoas não vão reparar. Um livro que me fez pensar muito foi Homo Deus e Homo Sapiens: implicações da tecnologia e da inteligência artificial nos empregos, na sociedade, nas liberdades, no valor dos indivíduos para a sociedade.
    • Hoje, pelo que você é mais entusiasmado? O que te motiva a continuar sua carreira empreendedora? O impacto daquilo que eu faço no dia-a-dia, na vida, nos projetos das pessoas e nas organizações mundo afora, e o quanto acredito que estamos escrevendo da internet com uma ferramenta de código aberto. A sensação de escrever mais um pedaço da história do mundo de uma forma positiva é muito empolgante!
    • Dica de ouro para os nossos ouvintes: Open source. As pessoas não tem ideia de como ao criar uma ferramenta de código aberto quantas portas e oportunidades se abrem. Para se ter o mesmo nível de visibilidade e marketing o investimento teria que ser muito maior. Algumas coisas ganham mais valor e potência quando são compartilhadas. Não subestime o valor do código aberto. Existem várias maneiras de monetizar projetos de código aberto. Dezenas de empresas avaliadas em bilhões de dólares foram criadas em torno de produtos com o código aberto.

 

Recursos mencionados

    • Pesquisas de Satisfação Interna para Empresas: OfficeVibe

 

Conecte com Gabriel nas Redes Sociais

 


Gabriel Engel (Rocket.chat) é leitor assíduo, fundador serial de startups, inovador e evangelista do código aberto. Ainda na faculdade fundou a sua primeira startup (a Intelimen); a segunda, ao retornar de experiência na Inglaterra (a Konecty) e finalmente a Rocket.Chat, uma plataforma de comunicação com mais de 10 milhões de usuários e 5 milhões de dólares em investimento, da qual é também CEO. Gabriel é graduado em Administração pela UFRGS. Converse e conecte diretamente com Gabriel na Comunidade Octanage

 

  • Patrocinadores

    Rocket.Chat – é uma plataforma de chat open source criado em 2015. Utilizado, principalmente, por empresas e organizações nacionais e internacionais, hoje o Rocket.Chat já está instalado em mais de 100 mil servidores, e com mais de 10 milhões de usuários.
    
    É uma ótima solução para as comunidades e as empresas que desejam hospedar o seu próprio serviço de chat ou para desenvolvedores que queiram construir e desenvolver suas próprias plataformas de bate-papo. Acesse Rocket.chat e conheça mais.

 

  • Entrevistas e Dicas Práticas para Empreender

Assine grátis. Juramos pela bandeira nacional: de nós você não receberá spam!

Assine a newsletter do Octanage

 

  • Assine ao Podcast Grátis

Receba e ouça novos episódios diretamente no seu dispositivo.

Assine Octanage Podcast no Apple Podcast / iTunes      Assine Octanage Podcast no Android

 

♥ feedback. Escreva seu comentário abaixo!